Festa do Divino Espírito Santo da Barra da Lagoa

País: Brasil
Região: Santa Catarina
Local: FLORIANÓPOLIS
Morada: Rua Amaro Coelho, 35, CEP 88061-090 - Barra da Lagoa
Telefone: 55+048-8826-9432
Festa proposta por:
Nome: Casa dos Açores Ilha de Santa Catarina - CAISC
E-mail: caisc.ilha@gmail.com

Da Lagoa da Conceição alcança-se a Barra da Lagoa por meio de uma ponte cuja primeira construção data de 1847. Os antigos moradores foram açorianos, que vieram para a região entre 1748 e 1756, que é um prolongamento da Lagoa da Conceição a caminho do mar. Esta é a melhor definição para ocupação deste espaço e da vila de pescadores artesanais que aí floresceu ao longo do canal de comunicação da Lagoa com o Oceano Atlântico, sob as bênçãos de São Pedro, padroeiro dos pescadores e da localidade.

A Barra da Lagoa apresenta, no modo de viver, a forte herança das suas raízes culturais, expressas nos saberes e fazeres, no jeito de ser, no linguajar, nos traços fisionómicos do seu povo, nas atividades tradicionais da pesca, dos trançados, da tarrafa, da rede e da renda, dos hábitos alimentares e da religiosidade.

A maioria das atividades e festividades do lugar estava relacionada com a Lagoa da Conceição, em virtude do vínculo político e administrativo que sempre uniu as duas comunidades. A comunidade foi desmembrada da Lagoa e converteu-se em Distrito da Barra da Lagoa a 21 de dezembro de 1995, compreendendo também a localida¬de da Fortaleza.

No ano de 1997, o senhor Heitor Júlio Gonçalves, de família tradicional da Barra da Lagoa, promoveu a Festa na vizinha comunidade de São João do Rio Vermelho. Motivado por tal participação e desejoso de trazer a festa para sua comunidade, no ano seguinte, doou à Capela de São Pedro da Barra da Lagoa uma Coroa, um Cetro e uma Bandeira.

A primeira festa só se realizou no ano de 2001, incentivada pelo Casal Imperador do ano 2000 da Lagoa da Conceição e morador da Barra, João José de Souza e Maria Natal Blacene de Souza que, ao encerrar o seu compromisso, prometeu realizá-Ia na sua comunidade de origem. O primeiro Casal Imperador foi Ailton Lindomar Florindo e Maria Helena Mariano Florindo, que fizeram a Festa na Lagoa em 1992.

As duas festas são exatamente iguais e, ano após ano, a Barra da Lagoa vem fortalecendo o culto em Louvor ao Espírito Santo com o mesmo sentimento existente no convívio fraterno da Lagoa.

A Festa tem a duração de três dias e a sua realização não coincide com o domingo de Pentecostes. Sexta-feira é a Noite de Abertura, com o translado das Bandeiras, Coroa e Cetro para a residência do Casal Imperador ou Festeiro.

No sábado à noite, o Cortejo Imperial, vestido a caráter (rigor), em procissão, parte da casa do Casal Imperador com grande acompanhamento de público, banda musical e membros da Irmandade. Vai em demanda à Capela São Pedro onde é celebrada a Missa Solene do Divino Espírito Santo. A noite encerra-se com a tradicional queima de fogos.

No domingo, por volta das dez horas da manhã, o ritual repete-se. A “Imagem do Santo”, ou seja, a Bandeira e alfaias, sai novamente em cortejo da casa do Casal Imperador em direção à Igreja para a missa festiva do Espírito Santo, com a presença de autoridades civis e eclesiásticas.

O sorteio do Novo Imperador, que fará a festa no ano seguinte, é feito na tarde de domingo.

Anunciado o escolhido, entregam-se a Coroa e a Bandeira ao Novo Casal Imperador.

https://www.youtube.com/watch?v=5imSt8vdibg&hd=1

https://www.youtube.com/watch?v=eIt_810M5Qo&hd=1

http://www.paroquiadalagoa.com.br/pagina.php?pg=comunidades


Enviar
Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. OK