Irmandade do Divino Espírito Santo – Colonia Açoriana Punto Fijo

Festa com 6 anos
País: Venezuela
Região: Falcón
Local: Punto Fijo
Morada: Calle Orinoco Nº 27, Quinta Açores. Urbanización Santa Irene, Punto Fijo, Falcón - Venezuela
Telefone: 00582692467061 e 00582694146974891
E-mail: gflvnovageracaodeparaguana@hotmail.com
Ano da Fundação:  2015
Fundador: José Manuel De Oliveira Tavares y Maria Isaltina Medeiros de De Oliveira
Ana Maria De Oliveira M. de Botelho, Rosario Pereira B. de Freitas, Valentina Pereira B. de Alves.
Festa proposta por:
Nome: José Manuel De Oliveira Tavares
E-mail: gflvnovageracaodeparaguana@hotmail.com

A festa em honra do Divino Espírito Santo foi celebrada, pela primeira vez, na Colonia Azoriana, em Punto Fijo – Venezuela, de 29 de junho a 5 de julho de 2015.

Os açordescendentes que moram na cidade de Punto Fijo, no estado Falcón, no ocidente da Venezuela, nunca tinham realizado a festa do Divino, apesar do povo açoriano ser tão devoto da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade e da sua presença nesta cidade ser uma realidade há mais de cinquenta anos.

Foi no ano de 2015 e sob a direção do açordescendente José Manuel de Oliveira Tavares, pessoa muito ativa na comunidade lusa desta cidade e muito envolvida em tudo o que acontece a nível sociocultural em Punto Fijo que nasceu a ideia de realizar a festa do Divino Espírito Santo para  mostrar à restante colónia lusitana, aos demais imigrantes (espanhois, italianos, chineses, etc.) e aos venezuelanos, o modo como os açorianos honram e veneram a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade.

Integraram a equipa que realizou a festa, para além do senhor Manuel Tavares, a sua esposa, Maria Isaltina Medeiros Correia, a prima Ana Maria de Oliveira de Botelho e as amigas e irmãs Rosário e Valentina Pereira Benavides, todas açordescendentes. Estas pessoas uniram-se e fizeram tudo o que era necessário para levar a bom porto a realização da 1ª Festa ao Divino Espírito Santo, pelo que criaram a irmandade e planificaram toda a festa (domingas, missa de coroação, procissão, etc), do modo mais fiel e genuíno, como o povo açoriano a celebra nas ilhas e pelo mundo fora (EUA, Canada, Bermuda, Brasil, etc).

Com a celebração deste culto nasceu também o compromisso de se dar continuidade à realização desta festividade todos os anos na última semana do mês de junho e para a qual serão convidados todos os açorianos e seus descendentes que residem noutras cidades da terra de Simão Bolivar.

VIVA O DIVINO ESPÍRITO SANTO


Enviar
Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. OK